Espanha paga os juros mais altos dos últimos 18 anos no 1.º leilão pós-eleições


 

Lusa/AO Online   Internacional   22 de Nov de 2011, 10:50

 Espanha pagou hoje o valor mais alto dos últimos 18 anos numa emissão de dívida de curto prazo, com taxas de juros superiores a 5 por cento, no primeiro leilão após Mariano Rajoy ter vencido as eleições.

O Tesouro espanhol alcançou o objetivo máximo desta emissão, com maturidades a três e seis meses, obtendo 2.980 milhões de euros, mas com juros superiores a 5 por cento.

No primeiro teste de confiança dos mercados, após o Partido Popular (conservador) de Mariano Rajoy, ganhar com maioria absoluta as eleições de domingo, os investidores cobraram uma taxa de juro média de 5,11 por cento nos títulos de dívida a três meses e 5,23 por cento a seis meses.

Em outubro, Espanha pagou, nos mesmos prazos, 2,29 e 3,30, respetivamente.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.