Praia-Outono Vivo

Escritores, investigadores e 20 mil livros "invadem" os Açores


 

Lusa/AOonline   Regional   23 de Out de 2008, 14:36

Os escritores valter hugo mãe, Mário Zambujal, Marta Crawford, Júlio Magalhães e Ana Maria Magalhães participam, a 31 de Outubro, na conferência “Expressão do Pensamento”, da III Edição do Praia-Outono Vivo, na Praia da Vitória.
O Praia-Outono Vivo, que decorre até 9 de Novembro na ilha Terceira, prevê ainda as conferências “Os Livros da Minha Vida”, com os escritores Joel Neto, Maduro Dias e Victor Rui Dores e “Jornalismo Digital”, com Fernando Zamith.

    Os investigadores António Valdemar, Carlos Enes e Fernando Rosas vão debruçar-se sobre as “Vozes de Mudança numa Ética Republicana”, abordando as figuras dos açorianos Sousa Júnior e Oldemiro Figueiredo.

    A iniciativa da autarquia da Praia da Vitória, que está orçada em 150 mil euros, promove também naquele período exposições de montras e fotografia, a peça de teatro “De Homem para Homem”, com Beatriz Batarda, e um espectáculo de dança “Antologia Flamenca - Lorca canta a la patenera”, pela Compañia Suite Española.

    O certame prevê uma feira do livro com a presença de 150 editoras e um alfarrabista de Lisboa, que vão expor cerca de 20 mil livros entre novidades e saldos.

    Na ocasião serão apresentadas as obras “Esgotar o Mistério numa Noite” de Luís Miranda; o livro infantil “O Menino-do-Não-Quero no Pais das Birras”, de Assunção Melo, “Os Mensageiros do Amor nos Açores”, de Olívio Rocha.

    São também apresentadas as obras fotográficas “Praia da Vitória, Abraçando o Futuro”, com fotografias de Mário Duarte e Karl-Heinz Raach, e um texto de Francisco Oliveira e “Suite Caboverdiana”, com fotos de Ernesto Matos, e um texto de Pedro Miranda Albuquerque.

    O lançamento desta obra na ilha Terceira foi justificado pela organização pelo facto de existir localmente uma comunidade de cerca de oito centenas de cabo-verdianos.

    A feira do livro, de acordo com a organização, recebeu em 2006 mais de 11 mil visitantes, em 2007 mais de 12 mil.

    No ano passado, foram apresentados 17 mil livros tendo sido vendidos 10 mil.

    Para Roberto Monteiro, presidente da autarquia praiense, “há um desejo das populações em ter acesso a obras de actualidade e antigas que nem sempre chegam à ilha”.

    Mário Duarte, responsável pela Feira do Livro, acentua que “em Portugal editam-se mil livros por mês, pelo que nem todos chegam à ilha, procurando a feira fazer a síntese das publicações feitas no país”.

    O festival de música do Ramo Grande promove dois espectáculos com o músico de country, Albert Lee (01 de Novembro) e o grupo de origem cigana Kalman Balogh Gipsy Cimbalon Band (2 de Novembro).

    O programa completa-se com a apresentação de um Espaço Gastronómico da responsabilidade da Escola de Formação Profissional da Praia da Vitória, denominado “Cultura à Mesa”, que vai reproduzir ementas da preferência de figuras da literatura portuguesa como Vitorino Nemésio.

    Um espaço infantil que conta com o contador de histórias Filipe Lopes decorre diariamente ao longo de todos os dias do certame.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.