Crime

Encerradas 40 minas de ouro ilegais na Colômbia


 

Lusa/AO online   Internacional   23 de Set de 2010, 12:25

A polícia colombiana encerrou em cerca de dez dias 40 minas de ouro ilegais, suspeitas de financiarem grupos armados, informou a presidência da Colômbia.
Todas as minas em causa estão situadas no departamento de Cordoba, no norte do país, e a decisão de as encerrar foi tomada pelo Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos.

"A operação visou erradicar as minas ilegais na região e atingir as finanças de grupos armados que semeiam a violência com recursos obtidos na exploração mineira”, refere a presidência em comunicado.

Durante a ofensiva, que visa também proteger o ambiente, já que na exploração destas minas se utiliza mercúrio e outras substâncias poluentes, foram detidas para interrogatório 46 pessoas.

De acordo com a polícia, as milícias paramilitares de extrema-direita, dissolvidas entre 2003 e 2006, ter-se-ão apropriado dos terrenos em que se fazia a exploração ilegal de ouro.

"As autoridades descobriram ligações entre as minas ilegais e os dirigentes de grupos criminosos”, lê-se no comunicado da presidência.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.