Eleitor diz a Berta Cabral que Passos não precisa ter medo dos açorianos

Eleitor diz a Berta Cabral que Passos não precisa ter medo dos açorianos

 

Lusa/AO Online   Regional   9 de Out de 2012, 08:42

Um eleitor que interpelou hoje a candidata do PSD/Açores à presidência do Governo Regional, Berta Cabral, ao saber que Passos Coelho não participará na campanha regional, prontamente afirmou que o primeiro-ministro não precisa ter medo dos açorianos.

“Senhora doutora, vai ser possível ver o líder nacional do PSD na campanha?”, perguntou um eleitor de Vila Franca do Campo diretamente à candidata social-democrata, durante uma ação de rua, e ao saber que Pedro Passos Coelho não irá aos Açores afirmou: “ele não precisa ter medo dos açorianos, porque somos um povo pacífico”.

Berta Cabral tentou explicar que Passos Coelho não irá participar na campanha apenas porque “está muito ocupado com o Orçamento do Estado para 2013”, mas apoia o PSD/Açores nas eleições regionais de 14 de outubro.

Ao compasso do hino do PSD tocado por uma nini filarmónica, acompanhada por um coro de jovens que cantavam “nós só queremos a Berta a presidente”, a candidata percorreu a pé as ruas do centro da antiga capital da ilha de São Miguel, acenando, distribuindo cumprimentos e entregando panfletos.

Ao apelar ao voto de uma jovem, que tinha uma criança ao colo, Berta Cabral foi confrontada com a dúvida desta sobre quando era o dia das eleições regionais, onde teria de ir votar e qual o horário de funcionamento das mesas de voto, respostas que a candidata tinha na ponta da língua, pois “todos os votos contam e é preciso ir votar”.

À porta de um café, Berta Cabral foi apertada e repetidas vezes beijada por uma mulher, que chamou a candidata de “boneca e coisa linda”, segredando-lhe ao ouvido que iria ganhar as eleições e ser a primeira presidente do Governo Regional na história dos Açores.

Por não ter hoje agendado nenhum comício noturno em São Miguel, Berta Cabral dedicou o dia a ações de rua em três dos seis concelhos da ilha, tendo sido acompanhada por um vasto grupo de apoiantes.

A candidata social-democrata termina esta terça-feira o périplo pelas nove ilhas, já que tem viagem marcada ao início da tarde para a Graciosa, a única que ainda não tinha visitado durante a campanha eleitoral, que termina sexta-feira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.