Dormidas sobem nos Açores 3,1% em dezembro

Dormidas sobem nos Açores 3,1% em dezembro

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   14 de Fev de 2019, 12:06

Nos Açores, no mês de dezembro de 2018, no conjunto dos estabelecimentos hoteleiros, turismo no espaço rural e alojamento local, as dormidas atingiram 84,5 mil dormidas, representando um acréscimo homólogo de 3,1%, de acordo com dados divulgados esta quinta-feira pelo Serviço Regional de Estatística dos Açores.

Dizem os dados que, de janeiro a dezembro de 2018, no conjunto dos estabelecimentos hoteleiros (hotéis, hotéis-apartamentos, apartamentos turísticos e pousadas), do turismo no espaço rural e do alojamento local, os Açores registaram-se 2.478,7 mil dormidas, valor superior em 7,8% ao registado em igual período de 2017.


Em termos de variações homólogas acumuladas, de janeiro a dezembro, todas as ilhas apresentaram variações positivas, destacando-se as ilhas do Pico, de São Jorge, do Faial e da Terceira, com variações de: 25,5%, 13,7%, 10,3% e 9,3%, respetivamente.


Refira-se que a ilha de São Miguel com um total de 1.651,3 mil dormidas, concentrou 66,6% do total das dormidas, seguindo-se a ilha Terceira com 377,0 mil dormidas (15,2%), o Faial com 171,7 mil dormidas (6,9%) e o Pico com 138,0 mil dormidas (5,6%).


Em dezembro de 2018, os estabelecimentos hoteleiros nos Açores registaram um total de 60,5 mil dormidas, representando um decréscimo homólogo de 11,2%. As dormidas dos residentes em Portugal diminuíram 18,6% e as dormidas dos residentes no estrangeiro diminuíram 0,6%.


Os proveitos totais atingiram 3,3 milhões de euros e os proveitos de aposento 2,0 milhões de euros, correspondendo a variações homólogas negativas, respetivamente, de 0,8% e 2,3%.


O SREA adianta ainda que, de janeiro a dezembro de 2018, nos estabelecimentos hoteleiros dos Açores registaram-se 1.789,3 mil dormidas, valor superior em 0,1% ao registado em igual período de 2017.


De janeiro a dezembro, os residentes em Portugal atingiram cerca de 782,7 mil dormidas, correspondendo a um acréscimo homólogo de 4,2%; enquanto que os residentes no estrangeiro atingiram 1.006,6 mil dormidas, registando uma diminuição em termos homólogos de 2,9%.


Neste período registaram-se 609,9 mil hóspedes, apresentando uma taxa de variação positiva de 2,6% relativamente ao mesmo período de 2017.


Durante o ano de 2018, os residentes em Portugal atingiram cerca de 782,7 mil dormidas (43,7% do total) e os residentes no estrangeiro cerca de 1.006,6 mil (56,3% do total).


O mercado alemão, com cerca de 235,6 milhares, concentrou 13,2% do total das dormidas, representando, por outro lado, 23,4% das dormidas dos não residentes em Portugal e registou uma variação homóloga acumulada negativa de 7,7%. De janeiro a dezembro, o mercado norte-americano (EUA e Canadá) com cerca de 206,2 milhares de dormidas representou 11,5% das dormidas totais e 20,5% das dormidas dos não residentes, apresentando uma variação homóloga acumulada de 8,5%.


Notícia atualizada às 12h21



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.