Hospitais

Dívida aos laboratórios subiu para 585,5 ME em Setembro


 

Lusa / AO online   Economia   25 de Nov de 2009, 10:35

A dívida dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde aos fornecedores de medicamentos alcançou os 585,5 milhões de euros em Setembro, um agravamento de 20 por cento desde Janeiro, referem dados da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (Apifarma).
O prazo médio de pagamento dos hospitais aos fornecedores era, em Setembro de 243 dias, "o dobro do tempo definido como aceitável pelo Governo", refere a Apifarma na sua “newsletter” de Novembro.

Segundo a associação, mais de metade da dívida total “acumula-se há mais de 90 dias, prazo que o Ministério da Saúde definiu como aceitável para pagamento dos medicamentos que os hospitais compram à indústria farmacêutica”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.