Açoriano Oriental
Detectadas 415 pontes com problemas graves
Mais de 400 pontes portuguesas têm "anomalias estruturais graves", segundo um estudo realizado em Setembro pela Estradas de Portugal (EP), citado pelo semanário Sol na sua página da Internet.
Detectadas 415 pontes com problemas graves

Autor: Lusa / AO online
Segundo o jornal, 415 pontes terão que ser sujeitas a "inspecções aprofundadas" para saber qual o seu estado exacto.

Todas as que atinjam o grau cinco na escala de classificação, o que indica pior estado, terão de ser encerradas ao tráfego, refere o jornal.

O Sol acrescenta que no seu orçamento para este ano, a EP destina 106,5 milhões de euros (sete por cento do seu Plano de Investimentos) à conservação regular de estradas e pontes, sendo que às pontes cabe "pouco mais de 26 milhões de euros".

Além disso, apesar de desde o desastre da Ponte de Entre-os-Rios o número de técnicos da EP especialistas em pontes ter aumentado de dois para 31, só quatro estão ligados ao Sistema de Gestão de Conservação de Obras de Arte.

Assim, a EP tem que contratar fiscalização privada, que deverá custar este ano 12,4 milhões de euros.
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.