OE2019

Deputados do PS reiteram que OE continua a cumprir com os Açores

Deputados do PS reiteram que OE continua a cumprir com os Açores

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   24 de Out de 2018, 17:00

Os deputados do PS eleitos pelos Açores na Assembleia da República, Carlos César, Lara Martinho e João Castro, reiteram que o Orçamento de Estado (OE) é bastante positivo para a Região e está em linha com os anteriores.

Para além de aumentar o rendimento das famílias e de apoiar as empresas, o OE dá continuidade a vários projetos estratégicos para os Açores, dizem os deputados em comunicado: “Continua a concretizar na construção dos radares meteorológicos, no Centro para a Defesa do Atlântico, no apoio à Câmara Municipal da Praia da Vitória às análises das águas e no reforço à rede de abastecimento, no novo estudo sobre a descontaminação, na comparticipação do pagamento das obrigações de serviço público de transporte aéreo inter-ilhas, entre tantos outros”, sublinham.


Por isso, os parlamentares socialistas estranham as críticas do deputado social-democrata António Ventura, só explicáveis pela obrigatoriedade a que está sujeito de votar contra o Orçamento.


“Não esqueçamos que foi graças aos orçamentos do PS que foi possível concluir a certificação do Aeroporto das Lajes, uma promessa do PSD que tinha ficado na gaveta, foi possível a concertação entre o Sistema Nacional de Saúde e o Sistema Regional, bem como as deslocações inter-ilhas, que finalmente começaram a ter comparticipação da República, tal como já faziam para a Região Autónoma da Madeira e só agora começam a fazer nos Açores ”, reiteram os deputados.


Segundo Carlos César, Lara Martinho e João Castro justificar o voto contra é a única razão para o PSD criticar um OE “que contém muitas das medidas com as quais eles mesmos concordam e elogiaram e que, em abono da verdade, não estiveram plasmadas nos Orçamentos efetuados enquanto estiveram no Governo”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.