Agricultura

Dados do INE evidenciam a crise

 Dados do INE evidenciam a crise

 

Lusa/AO Online   Economia   18 de Dez de 2009, 17:57

 A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) considera que os dados divulgados hoje pelo INE “demonstram a crise da agricultura que o Governo anterior tentou esconder”.

“Vêm demonstrar a razão dos agricultores portugueses, do seu desespero e das suas reclamações em face da crise que o anterior Governo nunca quis reconhecer”, refere a associação, em comunicado hoje divulgado.

Realça que o INE estima que o rendimento da actividade agrícola “deverá cair 2,9 por cento este ano, ao mesmo tempo que deverão ter desaparecido cerca de 10.600 UTAs (unidades de trabalho ano) de mão-de-obra agrícola”.

Nesses dados, acrescenta, “destaca-se a queda dos preços generalizada dos produtos agrícolas no produtor e de como estas são acentuadas em algumas produções fundamentais para o país como é o caso dos cereais (-21,4 por cento), da batata (-35,6 por cento), do azeite (-18,6 por cento), do leite (-16,8 por cento) e das frutas (-5,9 por cento)”.

“Por tudo isto, a CNA reclama do Governo, que o Orçamento do Estado para 2010 reforce as verbas para os sectores agrícola, pecuário e florestal, repondo-as no orçamento do Ministério da Agricultura, que entre 2005 e 2009, foram reduzidas em cerca de 500 milhões de Euros, cerca de menos 18 por cento”, conclui.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.