Religião

Crise é económica mas também espiritual

Crise é económica mas também espiritual

 

Lusa / AO online   Regional   27 de Out de 2009, 11:28

O bispo dos Açores, D.António Sousa Braga, afirma esta terça-feira, numa nota pastoral a propósito da Semana da Diocese, que a crise actual "não é só económica e financeira, mas também espiritual”.
“Exige um empenhamento mais esclarecido e comprometido dos cristãos na sociedade, com o testemunho de vida evangélica, que, promovendo valores de humanidade, torne possível uma sociedade mais justa e fraterna”, sublinha o prelado na mensagem.

O bispo aconselha “a fé, a oração e o diálogo com Deus” nos momentos em que “o cansaço e o desencanto nos invadem, que se devem, além do resto, a algum deficit de espiritualidade”.

António Sousa Braga, citando o Papa Bento XVI, realça que “é preciso corrigir os mecanismos perversos da economia de mercado, com a lógica da gratuidade e da solidariedade, da partilha e fraternidade”.

“Somos a Igreja de Cristo, o Seu caminho é também o nosso caminho”, preconiza o bispo açoriano.

A igreja açoriana comemora, a 3 de Novembro, 475 anos da sua instituição pela bula “Aequum reputamos” do Papa Paulo III.

Na nota pastoral, António Sousa Braga revela que o ofertório do fim-de-semana de 7 e 8 de Novembro se destina à Diocese dos Açores, cujo valor no ano passado atingiu cerca de 25 mil euros.

“Os tempos são difíceis e de crise” sublinha o Bispo açoriano, apelando para “a entreajuda e partilha” ajudando a diocese “a saldar a dívida acumulada”, cujo valor não especifica.

António Sousa Braga chama atenção para a necessidade de não se “olhar para a Igreja como uma qualquer instituição humana e muito menos com critérios meramente empresariais”.

As comemorações incluem a realização do Conselho Diocesano de Pastoral (CDP) entre 6 e 8 de Novembro com o objectivo de “avaliar o caminho pastoral percorrido e propor prioridades para o próximo quinquénio”.

Paralelamente à Semana da Diocese, que decorre entre 8 e 15 de Novembro, realiza-se o Encontro Anual dos Movimentos Eclesiais (14 de Novembro) e a Assembleia-Geral da Cáritas Diocesana (13 a 15 de Novembro).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.