Constâncio admite recessão técnica em Portugal no final deste ano

Constâncio admite recessão técnica em Portugal no final deste ano

 

Lusa/AO   Economia   9 de Dez de 2008, 14:34

O governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, admitiu hoje que Portugal deverá chegar ao final do ano em recessão técnica, com os últimos dois trimestres do ano a registarem quebras no Produto Interno Bruto (PIB).


    "No terceiro trimestre tivémos um crescimento negativo. É possível que no quarto trimestre [Portugal] também tenha um crescimento negativo", disse Constâncio aos jornalistas, à saída de um almoço da Câmara do Comércio e Indústria Luso-Espanhola.

    "Do ponto de vista técnico significa uma recessão", situação idêntica à que se passa no resto da Europa, acrescentou o governador do Banco de Portugal.

    O Instituto Nacional de Estatística divulgou hoje que a economia recuou 0,1 por cento no terceiro trimestre face ao trimestre anterior e melhorou 0,6 por cento face ao período homólogo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.