Cidade brasileira de Fortaleza recebe 300 empresas para Encontro de Negócios na Língua Portuguesa


 

Lusa / AO online   Economia   2 de Out de 2011, 12:25

A cidade de Fortaleza, região nordeste do Brasil, será palco do Encontro de Negócios na Língua Portuguesa, entre 03 e 06 de setembro, que espera receber pelo menos 300 empresas de países lusófonos para exposições e rondas de negociações.

O encontro ocorrerá no La Maison Coliseu e é organizado pela Câmara Brasil-Portugal no Ceará (CBP-CE), que completa dez anos em 2011, e pela Prática Eventos, com o apoio do Conselho das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil e da Câmara Brasil-Angola no Ceará.

O Encontro de Negócios na Língua Portuguesa promoverá rondas de negócios durante todos os dias, além de palestras e painéis em diversos eixos temáticos: agronegócios, construção civil, energias renováveis, educação, logística, ambiente, tecnologia da informação, turismo, entre outros.

O foco do evento está nos pequenos e médios empresários, explicou à Agência Lusa o presidente da CBP-CE, Jorge Chaskelmann.

“A Câmara decidiu fazer o encontro neste ano porque acha o momento da crise atual muito importante. É preciso pôr pequenos e médios empresários em contacto”, declarou o responsável.

Chaskelmann explicou que as grandes empresas têm mais estrutura para enfrentar as adversidades, enquanto as de menor porte precisam encontrar caminhos para superar os problemas.

“Nós, através da câmara de comércio, podemos criar ‘networking’. Temos de criar oportunidades. Num momento de crise, cruzar braços é a pior coisa que há”, declarou.

A crise, porém, não passou em branco para a organização do evento. “Chamaram-me de louco por organizar uma coisa dessas”, desabafou o presidente da câmara cearense.

Segundo o responsável, houve dificuldades na obtenção de patrocínio com grandes empresas. “Quem nos ajudou muito foram as instituições do Estado do Ceará. Foi graças ao apoio delas que conseguimos garantir o evento”, declarou.

A conferência de abertura do encontro será feita pelo secretário-executivo da Câmara de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil, Emílio Garofalo Filho.

Autoridades diplomáticas e da CPLP, representantes de entidades empresariais, políticos e académicos também confirmaram a presença.

A Associação Comercial de Lisboa organizou uma missão comercial para participar no evento, em colaboração com a Confederação Internacional dos Empresários Portugueses (CIEP) e com o apoio da Fundação Luso-Brasileira, da AICEP e da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil.

Localizado numa das regiões que mais crescem no Brasil, o Estado do Ceará é a segunda principal porta de entrada para investimentos portugueses no Brasil, perdendo apenas para São Paulo.

Com voos diretos tanto para Lisboa como para Cabo Verde, o Ceará está localizado numa posição estratégica para o mundo lusófono, sendo equidistante de África, Europa e América do Norte.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.