Emprego

Cerca de 23 mil postos de trabalho criados na última década

Cerca de 23 mil postos de trabalho criados na última década

 

Lusa/AO online   Regional   14 de Ago de 2008, 18:47

Os Açores criaram, na última década, cerca de 23 mil novos postos de trabalho, sobretudo no sector privado, e ultrapassaram, pela primeira vez, a barreira dos 110 mil trabalhadores, anunciou hoje o Governo Regional.
Para o director regional do Trabalho e Qualificação Profissional, esta evolução positiva do mercado de trabalho nos Açores tem sido sempre crescente, em resultado da aposta na qualificação profissional da população.

    Em conferência de imprensa, para reagir aos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre o emprego, Rui Bettencourt adiantou que, entre o primeiro e o segundo trimestres deste ano, começaram a trabalhar nos Açores mais 1.826 pessoas, um número "muito positivo" para uma região que já atingiu os 110.457 trabalhadores.

    Segundo o director regional, das mais de 3.523 pessoas que começaram a trabalhar no último ano no arquipélago, mais de dois mil são jovens e 1.741 têm entre 45 e 64 anos.

    "Estes números são fruto das estratégias de inserção, ao nível da qualificação profissional destinada aos mais jovens, e de programas de formação para desempregados adultos que o Governo Regional tem implementado", explicou Rui Bettencourt, que gostaria que, na próxima década, a região atinge-se os 120 mil empregos.

    Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) hoje divulgados indicam que a taxa de desemprego nos Açores baixou 0,2 por cento entre o primeiro e o segundo trimestres do ano, situando-se, em Junho, nos 5,4 por cento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.