Furacão Lorenzo

Cerca de 1.000 operacionais de prevenção na passagem do furacão "Lorenzo"

Cerca de 1.000 operacionais de prevenção na passagem do furacão "Lorenzo"

 

Lusa/AO Online   Regional   2 de Out de 2019, 05:50

Perto de 1.000 operacionais, entre bombeiros, funcionários públicos, profissionais de saúde e forças de segurança, estão de prevenção hoje de madrugada nos Açores para dar resposta à passagem do furacão “Lorenzo” pelo arquipélago.

“Temos 350 bombeiros prontos para atuar em todo o arquipélago. Se contarmos com todos os operacionais que estão de alerta e em prevenção, todas as áreas das diferentes direções regionais, como as Obras Públicas, os Serviços Florestais, o Ambiente, as Forças Armadas, a PSP e a GNR, podemos dizer que chegamos muito perto dos 1.000 operacionais prontos ou de prevenção para atuarem”, adiantou o presidente da Proteção Civil dos Açores, Carlos Neves.

A maior proximidade do centro do furacão "Lorenzo" à ilha das Flores deve registar-se pelas 06h00, disse à Lusa o delegado local do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo Carlos Neves, o agravamento do estado do mar levanta “preocupações”, mas foram tomadas medidas de prevenção, como o encerramento de troços junto ao mar e a remoção de embarcações para terra.

“Pensamos que foram tomadas todas as precauções possíveis. Não sabemos se a força do mar poderá vir a causar danos nas infraestruturas portuárias”, afirmou.

O presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores disse ainda que “foram realojadas algumas pessoas no concelho da Praia da Vitória”, pela município, como medida de prevenção, “por viverem em habitações degradadas”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.