Eleições Legislativas 2019

CDU Açores defende que o Estado deve recuperar o controlo sobre a ANA

CDU Açores defende que o Estado deve recuperar o controlo sobre a ANA

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   30 de Set de 2019, 11:16

O candidato da CDU Açores, António Salgado Almeida, esteve na ilha de Santa Maria, altura em deu a conhecer as propostas do partido e ouviu as preocupações e anseios da população.

O candidato reforçou algumas ideias importantes e que correspondem também às questões colocadas ao longo da visita, sendo que os problemas mais abordados foram as questões da mobilidade e saúde.


Desta forma e de acordo com comunicado, para a “CDU Açores é fundamental fortalecer e reforçar os meios aéreos e marítimos, nomeadamente a criação de uma ligação regular, durante todo o ano, entre a ilha de Santa Maria e São Miguel”, disse o candidato.


A CDU Açores defende ainda que o Estado deve recuperar o controlo sobre a ANA, “para não se cometer mais erros de gestão que, ao invés de viabilizar a melhoria das condições de operacionalidade aos aeroportos geridos por esta, se retirem valências como o que aconteceu com a supressão/encerramento dos Pits subterrâneos de abastecimento às aeronaves na ilha de Santa Maria. A eliminação desta valência condicionou sobremaneira o abastecimento de aeronaves, básica e fundamentalmente, no que respeita ao tempo agora necessário para efetuar a operação”.


“O Serviço Regional de Saúde necessita urgentemente de um forte investimento em equipamentos e recursos humanos, dotando-o de meios técnicos e humanos que deem resposta às populações das 9 ilhas. É necessário dar outro tipo de resposta aos utentes das ilhas sem hospital, tomando medidas concretas para diminuir o número de utentes por médico de família, como por exemplo, passar de 1500 para 1000 utentes por médico”, frisou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.