Cavaco Silva dirige palavra a familiares de vítimas


 

Lusa / AO online   Nacional   6 de Nov de 2007, 10:40

O Presidente da República, Cavaco Silva, dirigiu uma "palavra de conforto e profundo pesar" aos familiares das vítimas mortais do acidente registado segunda-feira à noite na A-23 perto de Castelo Branco.
No aeroporto da Portela, à partida para uma visita oficial ao Chile, Cavaco Silva disse ter sido informado sobre os acontecimentos durante a noite, afirmando que os serviços de socorro funcionaram bem, o que registou com “apreço”.

“A polícia vai apurar agora as razões daquele desastre”, indicou o Presidente da República, classificando o sucedido como uma “grande tragédia”.

Na noite de segunda-feira Cavaco Silva tinha telefonado pessoalmente ao presidente da Câmara de Castelo Branco, manifestando-lhe a sua solidariedade para com as vítimas do acidente que ocorreu na A-23.

O acidente provocou 13 mortos e 26 feridos, quatro deles em estado grave, quando um autocarro e um ligeiro colidiram, na A-23, no sentido Sul/Norte, no Nó de Fratel, próximo de Vila Velha do Ródão, caindo depois por uma ravina com 50 metros de altura.

O autocarro, com 38 ocupantes, pertencia à Câmara Municipal de Castelo Branco e transportava elementos da universidade sénior daquela cidade, que regressavam de uma visita a Fátima e Nazaré.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.