Cavaco alerta para limites aos sacrifícios

Cavaco alerta para limites aos sacrifícios

 

lusa   Regional   27 de Ago de 2011, 15:05

O Presidente da República, Cavaco Silva, admitiu hoje que os limites aos sacrifícios pedidos aos portugueses não devem “estar muito longe”, defendendo que “não podem nunca faltar recursos para as situações de emergência social”.

O Chefe de Estado falava aos jornalistas em Campo Maior, depois de presidir à abertura oficial das Festas do Povo, onde foi questionado sobre se há limites relativamente ao que se pede aos portugueses e se aqueles estarão a ser atingidos.

“Não devemos estar, de facto, muito longe. Eu disse que se devia ter em conta o limite que se pode exigir ao cidadão comum” e é relativamente a esses “que nós temos que pensar como, neste tempo de dificuldades, assegurar uma vida digna”.

Por isso, sustentou Cavaco Silva, “não podem faltar nunca recursos para as situações de emergência social”.

“E eu espero que seja essa a vontade, não apenas do Governo, mas também da Assembleia da República”, defendeu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.