Explosão de botija de gás

Casal queimado em risco de vida


 

Lusa / AO online   Nacional   21 de Set de 2007, 16:38

O casal ferido hoje numa explosão em Arcozelo, Gaia, corre risco de vida, a mulher com queimaduras em mais de 90 por cento do corpo e o homem em 70 por cento, disse à Lusa fonte hospitalar.
José Valente, 48 anos, e Alexandrina Leça, 44, encontram-se na Unidade de Queimados do Hospital de São João, Porto, para onde foram transferidos do Centro Hospitalar Gaia/Espinho.

A explosão ocorreu cerca das 07:05 numa habitação térrea da Rua do Pinheiro, em Arcozelo, provocada por uma explosão de uma botija de gás, confirmou o subchefe principal Benjamim, da Companhia de Sapadores Bombeiros de Gaia.

A garrafa de gás butano encontrava-se no exterior da habitação, em local arejado, estando ligada por um passador de segurança, à cozinha onde, por razões indeterminadas, se foi libertando butano.

A fonte disse que uma equipa da Polícia Judiciária foi chamada ao local para tentar apurar as razões da libertação do gás e a fonte de ignição.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.