Política

Câmara de Vila Franca "está quase ingovernável"

Câmara de Vila Franca "está quase ingovernável"

 

Luís Pedro Silva   Regional   11 de Nov de 2009, 10:12

António Cordeiro, presidente da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo, alerta para a existência de dificuldades na gestão da autarquia, devido a problemas financeiros. O autarca fala numa dívida de 36,5 milhões de euros
A situação financeira na Câmara Municipal de Vila Franca do Campo é bastante complexa e coloca em causa a gestão do município para o próximo mandato, segundo informou o presidente do município, António Cordeiro.

O autarca afirma que “o município está quase ingovernável”. António Cordeiro salienta que “herdou uma herança pesadíssima”, indicando que a dívida da autarquia é de 23 milhões de euros e a empresa municipal responsável pela gestão do pavilhão multiusos apresenta uma dívida de 13,5 milhões de euros.

O novo presidente do município anunciou que vai promover uma auditoria externa às contas da autarquia e empresas municipais, e realizar, em breve, uma conferência de imprensa para divulgar a situação financeira da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo.

A mais recente dívida municipal foi anunciada na reunião ordinária da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo, realizada a 14 de Outubro, onde foram apresentadas as conclusões do processo 79/09.0BEPDL, interposto pela Marques SA contra a autarquia no Tribunal Administrativo e Fiscal de Ponta Delgada.



Leia a notícia completa na edição impressa do Açoriano Oriental de quarta-feira, 11 de Novembro de 2009.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.