Açoriano Oriental
Câmara de Ponta Delgada aguarda resposta do promotor da requalificação da Calheta

A Câmara de Ponta Delgada disse estar a aguardar a resposta do promotor da requalificação da Calheta de Pêre de Teive, para concluir o licenciamento do projeto.

Câmara de Ponta Delgada aguarda resposta do promotor da requalificação da Calheta

Autor: Lusa/AO Online

Em comunicado, a autarquia esclarece que decorre na câmara “um processo de licenciamento" para a construção de um hotel de quatro estrelas e para a reformulação do projeto do empreendimento comercial Pêro de Teive.

O município da ilha de São Miguel assinala que o pedido está no nome da sociedade Asta-Atlântida e "já obteve a aprovação do projeto de arquitetura em 24 de maio de 2019".

"A Câmara Municipal de Ponta Delgada aguarda resposta ao seu ofício de 06 de março último, onde foram pedidas ao promotor retificações aos projetos solicitados por entidades externas, em fase de apreciação das respetivas especialidades", acrescenta o comunicado.

Na terça-feira, o BE/Açores pediu explicações ao Governo Regional sobre o "mamarracho" que se encontra na Calheta de Pêro de Teive, em Ponta Delgada, salientado que "todos os prazos têm sido queimados" para a requalificação daquele espaço.

Em reação às críticas do Bloco de Esquerda, o Governo dos Açores, liderado pelo socialista Vasco Cordeiro, disse hoje que a requalificação das galerias comerciais na Calheta de Pêro de Teive ainda não se iniciou devido à falta da licença por parte da câmara.

Em janeiro de 2008, foi anunciado que iria nascer um novo espaço comercial na marginal de Ponta Delgada, com 60 lojas e sete restaurantes, no espaço da Calheta de São Pedro.

Em 2016, o fundo Discovery, responsável pelo projeto, apresentou uma "mudança radical" para as inacabadas galerias comerciais, que passava por demolições, redução de volumetrias e criação de um jardim público.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.