Câmara de Comércio acusa governo e câmaras dos Açores de concorrer com privados na construção

Câmara de Comércio acusa governo e câmaras dos Açores de concorrer com privados na construção

 

Lusa/AO Online   Regional   6 de Dez de 2013, 05:23

Associados da construção civil da Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada (CCIPD) criticaram hoje a "utilização de recursos humanos" pelo Governo dos Açores e câmaras municipais "em atividades que concorrem diretamente com empresas privadas do setor".

“A direção da CCIPD manifestou todo o apoio às referidas reclamações, reiterando a defesa do princípio que as entidades públicas não devem atuar em áreas onde as empresas exercem a sua atividade”, refere o organismo privado em comunicado.

De acordo com a CCIPD “a continuação desta política contribuirá para fragilizar ainda mais um setor que atravessa extremas dificuldades, decorrentes essencialmente da falta de obras, e também para agravar o desemprego, já muito significativo nesta área”.

A associação empresarial manifestou ainda “muita preocupação” pela abertura ao público, por parte da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada, de um restaurante, uma vez esta é uma “entidade sem fins lucrativos”.

A CCIPD sublinhou que a “generalidade do setor da restauração se encontra com graves dificuldades em rentabilizar os seus investimentos”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.