BPI sobe 2,7% com perspectiva de bons resultados


 

Lusa / AO online   Economia   18 de Out de 2007, 16:51

Os títulos BPI e BCP estiveram em evidência na sessão de hoje da Euronext Lisboa, com valorizações de 2,7 por cento e 1,9 por cento, respectivamente, suportado o primeiro por estimativas de bons resultados e ambos por rumores.
As acções do Banco BPI chegaram a transaccionar-se a 6,52 euros, terminando a sessão com uma valorização de 2,7 por cento, para 6,47 euros cada.

Isto depois de analistas da UBS, da Ibersecurities e do Banesto terem avançado com estimativas de que os resultados trimestrais que o banco divulgará no próximo dia 25 de Outubro vão mostrar um forte crescimento dos lucros e dos resultados operacionais.

As acções do Banco Comercial Português (BCP) estiveram a subir mais de 2 por cento a meio da sessão, atingindo os 3,28 euros, e valiam 3,21 euros no fecho, mais 1,9 por cento do que no final da sessão de quarta-feira.

No caso do BCP, o reforço da participação da catalã la Caixa, que é também o maior accionista do BPI, na sua estrutura accionista, noticiado pela imprensa espanhola e também portuguesa, reavivou as especulações sobre uma possível futura fusão entre os dois bancos portugueses.

O "perfil opável" do BCP tem sido recorrentemente referido por analistas do sector da banca e também por outros intervenientes no sector financeiro, sobretudo devido à falta de coesão e a desavenças entre os accionistas do banco.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.