Açoriano Oriental
Covid-19
Boris Johnson recebeu oxigénio, mas não está ligado a ventilador

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, transferido para os cuidados intensivos de um hospital de Londres por causa da covid-19, recebeu oxigénio, mas não foi ligado a qualquer ventilador, revelou o ministro Michael Gove.

 Boris Johnson recebeu oxigénio, mas não está ligado a ventilador

Autor: Lusa/AO Online

"O primeiro-ministro recebeu apoio de oxigénio e permanece sob vigilância rigorosa", mas "não foi ligado a um ventilador", disse ministro do Conselho de Ministros, Michael Gove, à rádio LBC.

Boris Johnson passou na segunda-feira para uma unidade de cuidados intensivos no hospital onde foi internado no domingo à noite devido a sintomas persistentes de covid-19.

Um porta-voz disse na segunda-feira que o estado de saúde do primeiro-ministro tinha piorado e que, a conselho da sua equipa médica, foi transferido para a unidade de cuidados intensivos.

Ainda segunda a mesma fonte, Johnson terá pedido ao ministro dos Negócios Estrangeiros, Dominic Raab, enquanto primeiro ministro de Estado, para o substituir na frente do governo "quando for necessário”.

Boris Johnson, de 55 anos, tinha sido admitido no hospital Hospital St Thomas no domingo à noite, por conselho do médico, uma vez que apresentava “sintomas persistentes” da covid-19, nomeadamente febre e tosse, há nove dias.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.