Berlusconi candidata-se ao Parlamento Europeu "por sentido de responsabilidade"

Berlusconi candidata-se ao Parlamento Europeu "por sentido de responsabilidade"

 

Lusa/AO Online   Internacional   17 de Jan de 2019, 17:43

O antigo primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi anunciou, esta quinta-feira, a sua candidatura às eleições para o Parlamento Europeu, “por sentido de responsabilidade”.

Aos 82 anos, aquele que foi por três vezes primeiro-ministro de Itália e um conhecido empresário na área dos média ignorou as sondagens que dão baixos índices de popularidade ao seu partido, Força Itália, e aproveitou uma decisão da justiça italiana que suspendeu a sua desqualificação para ocupar cargos públicos, anunciando que se candidata às eleições europeias, em maio.

“Por sentido de responsabilidade, decidi candidatar-me ao Parlamento Europeu, onde falta pensamento profundo sobre o futuro do mundo”, disse Berlusconi, à margem de um ato eleitoral local em Cagliari, na Sardenha.

Berlusconi, que já esteve no Parlamento Europeu, entre 1999 e 2001, na bancada do Partido Popular Europeu, não pôde participar nas eleições nacionais parlamentares, em março de 2018, por causa de uma decisão judicial que o desqualificou como candidato a cargos públicos, após uma sentença que o condenou por evasão fiscal.

Nesse ato eleitoral, o Força Itália, de extrema-direita, teve um mau resultado (abaixo de 10%) e o partido de Berlusconi nunca mais recuperou nos índices de popularidade.

Hoje, Berlusconi desvalorizou esses números e afirmou que está seguro da confiança que os italianos depositarão na sua candidatura ao Parlamento Europeu.

“Com o meu conhecimento, com a minha experiência e com a minha capacidade de convencer as pessoas, penso que posso desempenhar um papel importante nestas eleições e contribuir para que os cidadãos não se afastem dos valores ocidentais”, afirmou hoje Silvio Berlusconi.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.