Açoriano Oriental
OE2020
BE com sentido de voto em aberto aguarda projeto do Governo

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) afirmou este sábado em Málaga, Espanha, que o sentido de voto do partido quanto ao Orçamento de Estado está “completamente em aberto”, dependente de questões “fundamentais” para esta formação política.

article.title

Foto: EDUARDO COSTA - LUSA
Autor: AO Online/ Lusa

“Nós continuamos com uma série de dossiês em aberto e portanto também o sentido de voto do BE está completamente em aberto, dependente da concretização daquilo que consideramos que é fundamental […]”, disse Catarina Martins à margem do congresso da família europeia do Bloco, o Partido da Esquerda Europeia.

A líder bloquista elencou em seguida as questões que espera respondidas quando receber a proposta final de Orçamento: “a recuperação de pensões e salários, os custos da energia, a resposta à habitação, a defesa do Serviço Nacional de Saúde, da escola pública”, disse.

Catarina Martins sublinhou que “só perante respostas concretas na proposta do Orçamento de Estado é que o BE vai definir o seu sentido de voto”.

No último debate quinzenal na Assembleia da República, na passada terça-feira, quando questionado pela líder bloquista, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou que as preocupações do BE para o Orçamento estarão, "em grande medida, espelhadas" na proposta orçamental.

A proposta de Orçamento do Estado de 2020 do Governo minoritário socialista vai ser entregue na Assembleia da República na segunda-feira.

Depois seguem-se as fases de discussão na generalidade e na especialidade, que se vão estender até 06 de fevereiro de 2020, altura agendada para a sua votação final global.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.