Iraque

Bagdad diz que soldados britânicos sairão até final de 2009


 

Lusa/AOonline   Internacional   14 de Nov de 2008, 16:27

O conselheiro para a segurança iraquiana disse hoje que os soldados britânicos destacados no Iraque deixarão o país até ao final de 2009, mas Londres reafirmou "não ter calendário" para a retirada do contingente.
"No final de 2009 não haverá mais um soldado britânico no Iraque (e) até meados do próximo ano haverá uma redução espectacular, considerável do número de soldados britânicos", declarou Muaffak al-Rubaie, principal negociador para a retirada das tropas da coligação.

    Al-Rubaie salientou que as negociações com as autoridades britânicas se iniciaram há duas semanas e que "progridem de modo satisfatório"

    O Reino Unido tem actualmente destacados no Iraque um total de 4.000 soldados.

    Após as declarações do conselheiro para a segurança iraquiana, o Ministério da Defesa britânico reafirmou que "não tem calendário" para a retirada do seu contingente do Iraque.

    "Não temos para já um calendário", declarou à um porta-voz do Ministério da Defesa.

    "Estamos a avançar, fizemos progressos em Bassorá", cidade do sul do Iraque perto da qual estão estacionadas as tropas britânicas, "e estamos no bom caminho para a mudança fundamental da missão anunciada pelo primeiro-ministro (Gordon Brown) para 2009", acrescentou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.