Entre 15 de fevereiro e 31 de março

SATA/Azores Airlines recorre à contratação temporária de uma operação ACMI

SATA/Azores Airlines recorre à contratação temporária de uma operação ACMI

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   11 de Fev de 2019, 17:20

A transportadora aérea SATA/Azores Airlines vai recorrer à contratação temporária de uma operação ACMI (Aircraft, Crew, Maintenance and Insurance), para assegurar a realização de algumas das rotas domésticas entre o continente português e os Açores, no período compreendido entre 15 de fevereiro e 31 de março.

De acordo com comunicado da SATA, a companhia aérea fretada será a EuroAtlantic Airways, transportadora nacional, que irá operar com um Boeing 737-800NG, de cabine mista, com capacidade para 160 passageiros.


A principal razão da contratação deste ACMI prende-se “com a necessidade de imobilização simultânea de duas aeronaves Airbus A320, que deverão ser sujeitas a trabalhos de manutenção periódica obrigatória”, explica a nota da transportadora aérea açoriano, que acrescenta que “embora este período corresponda a operações de manutenção planeadas, o tempo de imobilização das duas aeronaves, será aproveitado para dar seguimento ao processo de formação de Pessoal Navegante Técnico, pilotos a afetar à terceira unidade Airbus A321, aeronave que irá integrar a frota da Azores Airlines, no decurso do mês de abril.


Diz ainda o comunicado que “não é expectável qualquer alteração no serviço prestado ao passageiro”.


A SATA explica também que “não obstante a contratação pontual de serviços de ACMI ser uma prática de gestão habitual, sobretudo em companhias aéreas de pequena dimensão que necessitam pontualmente de reforço na sua capacidade operacional, é esperada uma redução progressiva (porém, expressiva) do recurso a ACMI, já no decurso do verão 2019”.


No caso da Azores Airlines, o reforço operacional pontual “será necessário, em períodos já identificados, tendo em conta a fase de integração de novos equipamentos em que a transportadora se encontra, a malha de rotas que se propôs operar e atendendo à imperiosa necessidade de recuperar a regularidade e pontualidade, na globalidade do serviço de transporte aéreo a prestar”, finaliza o comunicado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.