Atrasos do Serviço Regional de Saúde comprometem salários na Casa de São Rafael

Atrasos do Serviço Regional de Saúde comprometem salários na Casa de São Rafael

 

Lusa/AO Online   Regional   27 de Dez de 2011, 06:18

O PSD-Açores alertou ontem para a possibilidade de suspensão, a partir de janeiro, do pagamento de salários na Casa de Saúde de S. Rafael, ilha Terceira, devido a atrasos na liquidação de financiamentos em dívida por parte do Serviço Regional de Saúde (SRS).

Segundo adiantou à agência Lusa o deputado social-democrata ao Parlamento açoriano, Clélio Meneses, a difícil situação financeira daquela instituição particular de solidariedade social (IPSS) foi comunicada na última semana aos seus cerca de uma centena de trabalhadores.

O parlamentar do PSD adiantou que a sociedade criada pelo Governo Regional para gestão da saúde, Saudaçor, e os hospitais da Região estão sem pagar os encargos inerentes aos contratos assinados com a Casa de Saúde de S. Rafael desde junho.

Clélio Meneses indicou que os dirigentes da instituição comunicaram aos seus funcionários “não ter condições para pagar vencimentos enquanto a Saudaçor e Hospitais não pagassem” os montantes em dívida.

Mediante protocolos estabelecidos com entidades do SRS a Casa de Saúde de São Rafael presta serviços de assistência a doentes da áreas da psiquiatria e das toxicodependências.

A Lusa tentou, sem sucesso, um comentário da instituição ao alerta do deputado do PSD.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.