Associação de Municípios dos Açores elege nova direção na terça-feira

Associação de Municípios dos Açores elege nova direção na terça-feira

 

Ao Lusa   Regional   16 de Nov de 2013, 09:54

A Associação de Municípios da Região Autónoma dos Açores (AMRAA) elege nova direção na terça-feira, devendo manter-se a composição de quatro elementos do PS, incluindo o presidente, que será o autarca da Praia da Vitória, e um do PSD.

A instalação da nova assembleia intermunicipal da associação terá lugar na terça-feira, seguindo-se a eleição de uma mesa da assembleia e depois de um novo conselho de administração (a direção da AMRAA), explicou à Lusa fonte da atual assembleia intermunicipal.

A assembleia é constituída por dois elementos de cada um dos 19 concelhos dos Açores: o presidente e um vereador de cada câmara, que depois elegem entre si os cinco elementos do conselho de administração.

A direção do PS/Açores já anunciou que indicou Roberto Monteiro, reeleito presidente da câmara da Praia da Vitória, ilha Terceira, nas eleições de 29 de setembro, para presidir à direção da associação.

Quanto aos vogais, deverão ser três do PS e um do PSD, como acontece atualmente. Fonte socialista disse à Lusa que o PS, que tem 13 câmaras e, por isso, maioria absoluta na assembleia, "disponibilizou" um lugar aos sociais-democratas, que ficaram reduzidos a quatro autarquias nas eleições de 29 setembro (antes tinham sete câmaras).

Segundo a fonte, e da mesma forma, haverá ainda um elemento do PSD na mesa da assembleia intermunicipal, que é constituída por um presidente, um vice-presidente e um secretário.

A 29 de setembro, as autarquias açorianas deixaram de estar repartidas unicamente entre PS e PSD. Os socialistas subiram de 12 para 13 o número de câmaras, o PSD ficou com quarto, o CDS-PP conquistou Velas e um grupo de independentes ganhou na Calheta, correspondendo estas duas últimas aos dois municípios da ilha de São Jorge.

A AMRAA era presidida até agora pelo socialista João Ponte, o autarca da Lagoa, na ilha de São Miguel, que preferiu não prosseguir no cargo. O PS preside à associação desde 2009, quando pela primeira vez conseguiu mais câmaras nos Açores do que o PSD.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.