Assinados nos Açores contratos para 16 pontos de carregamento de carros elétricos

Assinados nos Açores contratos para 16 pontos de carregamento de carros elétricos

 

Lusa/AO Online   Regional   22 de Out de 2018, 18:30

O Governo dos Açores assinou esta segunda-feira com a Galp e a Mobiletric contratos que vão garantir a implementação de 16 pontos de carregamento de carros elétricos, momento de "elevada importância" para o executivo na sua estratégia para a energia.

"Este é um momento que encaramos com elevada importância, sendo mais um passo de uma estratégia que temos vindo a desenvolver e a implementar nos Açores em prol do fomento da mobilidade elétrica regional", assinalou a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro.

A governante falava em Ponta Delgada, onde esteve com representantes da Galp e Mobiletric na formalização dos contratos de concessão de serviços de exploração de pontos de carregamento de mobilidade elétrica na região.

A mobilidade elétrica, realça Marta Guerreiro, é uma "estratégia prioritária da política regional pelas melhorias económicas e ambientais" que representa.

Nesta fase foram concessionados 16 dos 26 lotes de serviços de exploração de pontos de carregamento previstos, sendo que, para os dez lotes que ficaram excluídos, o executivo "irá contratualizar a sua exploração" junto das autarquias locais.

Ainda no que refere às câmaras municipais, a titular da pasta da Energia do executivo açoriano diz que existem protocolos a ser celebrados com vista à "discriminação positiva" dos utilizadores de carros elétricos, nomeadamente garantindo a estes "estacionamento reservado e gratuito", algo já em vigor nas ilhas das Flores e do Corvo.

"Além disto, o executivo açoriano está a conceber um quadro de incentivos financeiros, sob a forma de subsídio não reembolsável, bem como incentivos de natureza fiscal, fomentando, deste modo, a adoção da mobilidade elétrica", prosseguiu.

Pela Galp, Nicolle Fernandes, responsável de Inovação e Eficiência Energética, valorizou a "disponibilidade" do executivo dos Açores e reiterou a aposta no "plano de expansão" da empresa no que refere à mobilidade elétrica, que passa pela região autónoma.

Já o responsável da Mobiletric, João Gomes, realçou que a "autonomia não é uma limitação" e disse ainda ser necessário "descarbonizar o setor dos transportes", sendo os Açores um bom exemplo do que se pode fazer nesta matéria.

À Galp-Açores/Galpgest foram adjudicados dez pontos de carregamento rápido: quatro em São Miguel, dois na Terceira, um no Pico, um no Faial, um em São Jorge e um nas Flores; já à Mobiletric foram adjudicados três pontos em São Miguel, um em Santa Maria, um na Graciosa e um em São Jorge.

Depois da assinatura dos contratos segue-se a segunda fase do projeto, de aquisição, montagem e manutenção dos pontos de carregamento concessionados, sendo de esperar que, "no próximo ano", haja já vários destes pontos ativos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.