Artur Lima contra novo enquadramento das autoridades de saúde


 

AO online   Regional   30 de Out de 2009, 14:36

O Presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores, Artur Lima, acusou esta sexta-feira o Governo Regional de estar a aplicar “uma medida de coação” ao Delegado de Saúde da Ilha de São Miguel, ao apresentar, “apressadamente”, uma proposta de alteração ao Estatuto do Serviço Regional de Saúde para extinguir o cargo.
No parlamento açoriano, Artur Lima lamentou que “na altura em que, por causa do Inverno, estão a aumentar galopantemente os casos de Gripe A nos Açores e, especialmente, na Ilha de São Miguel, o Governo Regional vai proceder a uma alteração ao nível de ilha, onde precisamente a acção dos responsáveis de saúde pública devida ser mais eficaz”.

“É um erro terrível e estratégico e a urgência que o Governo tem nesta matéria representa uma ameaça. O Governo Regional não se pode furtar da intenção persecutória que este diploma acarreta. A atitude sensata, neste momento, seria a de aproveitar todos os recursos disponíveis, mas o Senhor Secretário Regional da Saúde prefere excluir recursos humanos válidos”, afirmou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.