Leilões

Arte moderna e contemporânea rende 600 mil euros


 

Lusa/AO online   Nacional   29 de Out de 2010, 18:20

Cerca de 600 mil euros é o resultado das vendas nos dois primeiros dias de um leilão de arte moderna e contemporânea que esta sexta-feira termina, em Lisboa, organizado pela leiloeira Palácio do Correio Velho.
Uma pintura a óleo de Cândido da Costa Pinto (1911-1976) foi arrematada por 14.000 mil euros na quinta-feira, segundo dia do leilão, e, segundo Luís Castelo Lopes, administrador da leiloeira, constituiu uma "surpresa" porque o valor inicial era de 2500 euros.

O leilão começou quarta-feira e termina hoje com uma sessão dedicada ao coleccionismo, onde serão vendidas peças de arte - desde pintura, escultura, mobiliário e decoração – a um nível de valores mais baixos, que oscilam entre os dez e os 500 euros.

Nos dois primeiros dias, de acordo com Luís Castelo Lopes, as vendas chegaram a 75 e 90 por cento dos lotes, "o que está dentro do habitual nesta altura", mas com as peças "a atingirem valores mais baixos", situação que atribuiu à "crise económica nacional e mundial".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.