Açoriano Oriental
Antigo matador de touros Mário Coelho morreu aos 84 anos

O antigo matador de touros português Mário Coelho, "figura incontornável da tauromaquia mundial", morreu hoje aos 84 anos no hospital de Vila Franca de Xira (Lisboa), onde estava internado, divulgou a Associação Nacional de Toureiros (ANDT).


Autor: AO Online/ Lusa

"Foi com enorme tristeza que recebemos a notícia do desaparecimento do nosso maestro Mário Coelho, figura incontornável da tauromaquia mundial, com um percurso ímpar que ficará para sempre perpetuado na nossa história", sublinha a ANDT, em comunicado enviado à agência Lusa.

Considerando que "a cultura portuguesa, a tauromaquia e, sobretudo, o toureio a pé ficam mais pobres", a Associação Nacional de Toureiros frisa que "os maestros não morrem, passam sim para outra dimensão".

A ANDT apresenta "as mais sentidas condolências", à mulher e filho de Mário Coelho, natural de Vila Franca de Xira.

Contactado pela Lusa, o antigo matador de toiros e atualmente empresário e apoderado Rui Bento Vasques lamentou a morte de Mário Coelho, recordando ter sido ele que lhe "incutiu o gosto pela profissão".

Rui Bento Vasques destacou ainda a "dimensão mundial" que Mário Coelho atingiu como matador de toiros.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.