Açoriano Oriental
Açores/Eleições
André Ventura exclui coligação à direita e lembra que PSD se afastou do Chega

O líder nacional do Chega rejeitou domingo à noite qualquer acordo de coligação que permita à direita governar os Açores, depois de o PS ter perdido a maioria absoluta, lembrando que foi o PSD que se afastou do seu partido.

André Ventura exclui coligação à direita e lembra que PSD se afastou do Chega

Autor: Lusa/AO Online

“Amanhã ao almoço, quando estiverem todos sentados a definir um acordo de coligação, eu sei que partido não vai lá estar. Esse partido é o Chega”, afirmou André Ventura, em reação aos resultados finais das eleições legislativas regionais, num hotel de Ponta Delgada.

O PS perdeu a maioria absoluta nas eleições regionais dos Açores, só tendo conseguido eleger 25 deputados do total de 57 parlamentares da Assembleia Legislativa Regional.

Uma coligação de direita, com PSD, CDS, Chega, PPM e Iniciativa Liberal, atinge os 29 deputados, o necessário para uma maioria absoluta.

“Nós temos valores e convicções. Ou aceitam ceder e juntar-se a nós nestas convicções ou nós não aceitamos vender-nos por lugares, nem por governabilidades, nem por chantagens, que é isso que os outros partidos estão a fazer”, acrescentou.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.