Ambiente pode multar Povoação por descarga de resíduos em ribeira

Ambiente pode multar Povoação por descarga de resíduos em ribeira

 

Luísa Couto   Regional   2 de Out de 2007, 13:01

Vigilantes da natureza surpreenderam, em flagrante delito, funcionários da Câmara Municipal da Povoação a descarregar entulho no caminho da ribeira do Purgar.

Apesar de já ter sido notificada pela secretaria regional do Ambiente e do Mar (SRAM) para proceder à limpeza da ribeira do Purgar, a Câmara Municipal da Povoação voltou a efectuar depósito de resíduos no local.
De acordo com o Gabinete de Apoio à Comunicação Social (GACS) do Executivo açoriano, vigilantes da Natureza dos Serviços de Ambiente de São Miguel surpreenderam, em flagrante delito, funcionários da Câmara Municipal da Povoação a descarregar entulho no caminho da Ribeira do Purgar, que liga a Lomba do Pomar à Lomba do Loução.
Perante as evidências, a SRAM levantou um auto de notícia, seguindo o processo os trâmites legais. O Executivo fez ainda saber que a edilidade povoacense  já tinha sido notificada, anteriormente, para proceder à limpeza do local e ao encaminhamento dos resíduos para um destino final adequado.
“Dada a proximidade da Ribeira do Purgar foi ainda solicitado à autarquia o máximo cuidado e urgência na remoção dos resíduos”, de modo a evitar a obstrução da linha de água em causa”, acrescenta o GACS. Por tudo isso, a SRAM, através dos Serviços de Ambiente de São Miguel a adopção de medidas complementares à limpeza que permitissem demover ou impedir eventuais infractores de novos actos de abandono de resíduos no mesmo local. 
Instado  a comentar a situação, o vereador da Povoação, Gualberto Bento, em declarações à Rádio Açores/TSF,  frisou que a autarquia não dispõe de local adequado para a deposição dos resíduos embora estejam a ser efectuadas deligências para encontrar uma solução.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.