No Circuito da Catalunha

Álvaro Parente campeão na Fórmula Renault 3.5


 

Lusa/AO   Outras modalidades   27 de Out de 2007, 18:06

O piloto português Álvaro Parente sagrou-se hoje virtual campeão da Fórmula Renault 3.5, a competição mais importante das World Series by Renault.

O piloto português Álvaro Parente sagrou-se hoje virtual campeão da Fórmula Renault 3.5, a competição mais importante das World Series by Renault, a decorrer neste fim-de-semana, no Circuito da Catalunha.
Álvaro Parente, da Tech 1 Racing, foi o terceiro classificado na primeira corrida do programa e contabilizou mais 10 pontos, depois de ter somado dois com o segundo melhor tempo na sessão de qualificação. O piloto português beneficiou do facto do directo opositor, o inglês Ben Hanley, ter terminado a corrida em nono lugar, quando necessitava de vencer e conquistar os 15 pontos para reduzir a diferença para Álvaro Parente e adiar a decisão do título para a segunda corrida, hoje.
Depois de ter se sagrado campeão na Fórmula 3 britânica em 2005, Álvaro Parente soma o segundo título numa disciplina de monolugares, precisamente a que é considerada a antecâmara da Fórmula 1.
"É um marco na minha carreira de piloto ganhar a Fórmula Renault 3.5. Este título é muito especial para mim. É óptimo ser campeão", disse Álvaro Parente à Agência Lusa, satisfeito pela possibilidade de poder, em breve, testar um Fórmula 1, o prémio para o vencedor.
O jovem piloto, filho de uma família do Porto com tradições no desporto automóvel, manifestou grande contentamento por ter vencido "um campeonato muito competitivo" e logo no primeiro de dois dias das WSR em Barcelona.
"Ainda falta a segunda corrida, mas já posso festejar o título neste primeiro dia", disse, sublinhando que podia ter vencido hoje, mas teve de abrandar nas derradeiras voltas ao Circuito da Catalunha.
"O alarme da caixa de velocidades deu sinal e não podia forçar mais", disse, acrescentando que também encontrou dificuldades depois da paragem na box, ainda no primeiro terço da corrida.
"Quando saí da box, fiquei atrás do colega de equipa de Hanley, que me fechou até não poder mais. Isso tirou-me a possibilidade de ganhar a corrida", disse.
A 33,368 segundos do vencedor, o português Filipe Albuquerque ficou em 13.º lugar na primeira corrida da última etapa das WSR, que, no último fim-de-semana, visitou Portugal.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.