Educação

Alunos protestam em vários pontos do país

 Alunos protestam em vários pontos do país

 

Lusa/AOonline   Nacional   14 de Nov de 2008, 10:06

Alunos de escolas básicas e secundárias de vários pontos do país estão esta sexta-feira de manhã a faltar às aulas e a manifestar-se nas ruas contra as políticas educativas do Governo.
Nos últimos dias, circulou uma sms (mensagem por telemóvel) a nível nacional, convocando os alunos para manifestações um pouco por todo o País.

    Estudantes de várias instituições de Lisboa, Estoril, Mafra, Faro, Portimão, Oliveira de Azeméis, Fafe, Viana do Castelo, Porto, Miranda do Corvo, Coimbra, Leiria, Alcobaça, Portalegre e Beja, pelo menos, encontram-se em protesto nas ruas das respectivas cidades, essencialmente contra o novo regime de faltas e o diploma da gestão escolar.

    Nas ruas da cidade de Viana do Castelo, por exemplo, estão a manifestar-se centenas de estudantes da EB 2,3 Frei Bartolomeu dos Mártires e da Escola Secundária de Santa Maria Maior, cujos portões estão fechados a cadeado.

    Em Fafe, onde quarta-feira a ministra da Educação foi alvo do arremesso de ovos, algumas centenas de estudantes manifestaram-se junto ao edifício da Câmara Municipal, tendo lançado dois ovos contra as paredes do edifício.

    Os alunos, cerca de 300 segundo os organizadores, exibem cartazes onde se lêem frases como "por uma escola pública gratuita" e "não ao regime de faltas".

    Por volta das 10:00, uma delegação estudantil foi recebida pelo presidente da Câmara, o socialista José Ribeiro, a quem foi entregar um abaixo-assinado e exigir um pedido de desculpas por o autarca ter dito que a manifestação contra a governante foi organizada por professores.

    Os protestos de hoje terão sido convocados nos últimos dias através de uma sms onde pode ler-se: "Está na hora, está na hora, da ministra ir embora. Pessoal, bora nos juntar e fechar as escolas de todo o País. Greve nacional no dia 14 (temos 2 dias para organizar a maior greve de sempre) até que o regime de faltas seja alterado?? Já começou no Norte e agora vamos fazer com que se arraste por Portugal... Passa a mensagem. Todos juntos vamos conseguir".

    Segundo representantes estudantis, os estudantes foram-se reunindo localmente para organizarem as manifestações, enviando novas mensagens a convocar os estudantes.

    Em Viana do Castelo, a mensagem dizia: "Bora nx juntar nu Governu Civil. Pôr a ministra fora daki".

    O regime de faltas criado pelo estatuto do aluno obriga à realização de uma prova no caso de ser excedido o limite de ausências, independentemente do motivo ou natureza das faltas.

    O diploma de gestão escolar prevê a substituição dos actuais conselhos executivos pela figura do director.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.