Caso Alexandra

Alexandra é cidadã russa e deve ficar na Rússia


 

Lusa / AO online   Internacional   27 de Out de 2009, 17:54

As autoridades da vila de Pretchistoe, onde vive Alexandra, menina russa entregue pelo Tribunal de Guimarães à mãe biológica, continuam com a intenção de retirar a menina de casa da mãe, mas põem de lado a possibilidade do seu regresso a Portugal.
“Alexandra é cidadã da Rússia e a nossa tarefa é que ela fique no país”, declarou Iúri Kudriavtsev, chefe da Comissão para Protecção de Menores do Concelho de Pervomaisk, onde se encontra a vila de Pretchistoe, à agência russa Ria-Novosti.

Kudriavtsev põe de lado a devolução de Alexandra ao casal português que a criou: “Ela já se esqueceu dos pais de acolhimento, por isso será melhor para a criança se ela for adoptada por uma família russa”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.