Açoriano Oriental
Greve
Adesão à greve dos trabalhadores dos impostos de 34%
A adesão à greve dos trabalhadores dos impostos atingiu hoje 34 por cento nos Açores, originando o encerramento de sete serviços no arquipélago, revelou Rui Barbosa, da direcção regional do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI).
Adesão à greve dos trabalhadores dos impostos de 34%

Autor: Lusa/AO online
Segundo este dirigente sindical, num total de 213 funcionários existentes nos Açores, 119 estiveram ao serviço e 73 aderiram à greve.

A paralisação provocou o encerramento de serviços na Calheta e Velas (S. Jorge), Praia da Vitória (Terceira) e Santa Cruz da Graciosa.

Encerraram também, segundo Rui Barbosa, os serviços da Madalena (Pico) e da Lagoa e Ribeira Grande (S. Miguel).

A greve teve hoje âmbito nacional, assumindo a partir de quinta-feira um carácter distrital, que se prolongará até 30 de Novembro.

O protesto foi convocado em protesto contra o congelamento dos concursos e da avaliação permanente.
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.