Açoriano Oriental
Covid-19
Açores garantem ter 'stock' suficiente de equipamentos de proteção individual

A secretária regional da Saúde dos Açores assegurou, esta quarta-feira, que a Região tem equipamentos de proteção individual para fazer face às necessidades no combate à Covid-19, estando já em negociações para reforçar o ‘stock’.


Autor: Lusa/AO Online

“Para além do ‘stock normal’ que existe em cada unidade [de saúde] ou em cada corporação de bombeiros, temos já ‘stock’ da região e estamos neste momento bem”, afirmou Teresa Machado Luciano, em declarações aos jornalistas, à margem de uma entrega de material na Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira.

Segundo a governante, só em máscaras FFP2, conhecidas como máscaras “bico de pato”, a Região tem “40 mil em ‘stock’, para além do já distribuído”, e em máscaras cirúrgicas “mais de um milhão”.

Ainda assim, Teresa Machado Luciano disse que o executivo açoriano continua “em negociação” para que as novas compras cheguem “em tempo útil”.

Questionada sobre a retoma da atividade assistencial nos Açores, numa altura em que o arquipélago tem apenas um caso positivo ativo da Covid-19, a secretária regional da Saúde disse que esse trabalho está a ser feito “gradualmente nas várias áreas” e que as pessoas “começam a regressar” aos hospitais e centros de saúde.

“Nós começámos faseadamente e cada unidade de saúde de ilha e os hospitais têm diferentes datas desta retoma. Queremos retomar, mas queremos ainda recuperar. Esse trabalho está a ser feito com as unidades de saúde, muito com recurso à telemedicina, nomeadamente nas ilhas sem hospital, para tentarmos conseguir aqui recuperar”, adiantou.

Quanto ao combate ao surto na Região, Teresa Machado Luciano disse que “foi duro”, mas elogiou o trabalho de quem esteve na linha da frente e apelou ao cumprimento das recomendações da Autoridade de Saúde Regional.

“Não podemos baixar os braços e todas as medidas são poucas. Cabe agora a cada um de nós cumprir as quatro medidas que todos nós conhecemos, a máscara, a etiqueta respiratória, a distância social e o lavar as mãos, para continuarmos no bom caminho”, frisou.

A secretária regional da Saúde entregou hoje 10 aparelhos respiratórios aos bombeiros de Angra do Heroísmo, para serem utilizados no combate a incêndios, e um nebulizador para desinfeção das ambulâncias.

“Estes novos aparelhos são mais leves, são colocados às costas. A garrafa de oxigénio é mais leve e a máscara que utilizam suporta maior temperatura”, salientou, lembrando que os últimos tinham sido entregues em 2013.

A tutela vai distribuir este tipo de equipamentos pelos 17 corpos de bombeiros dos Açores, num investimento total de 134 mil euros.

Para o presidente da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Angra do Heroísmo, Décio Santos, os equipamentos agora entregues serão suficientes, nesta fase, para dar resposta às necessidades da corporação, até porque o combate aos incêndios representa uma pequena parte do trabalho que desenvolvem.

“Felizmente, tínhamos os equipamentos antigos que continuavam funcionais, mas naturalmente já se aproximava o fim do seu prazo de validade e com estes equipamentos novos pudemos não ultrapassar este prazo de validade e cumprir melhor e com mais segurança o propósito para o qual nos encontramos aqui”, referiu.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.