Legislativas regionais

Abstenção bate recorde com 53,24%

Abstenção bate recorde com 53,24%

 

Lusa/AOonline   Regional   19 de Out de 2008, 23:45

A abstenção atingiu domingo a taxa mais alta de sempre em eleições regionais nos Açores, chegando aos 53,24 por cento, num sufrágio em que cerca de 100 mil açorianos optaram por não votar.
Numas eleições em que o PS/Açores venceu com maioria absoluta, dos cerca de 193 mil eleitores inscritos para este sufrágio, pouco mais de 90 mil exerceram o seu direito de voto.

    Uma taxa de abstenção que foi superior à verificada nas legislativas regionais de 2004, que tinha atingido os 44,77 por cento, e mesmo de 2000, quando 46,7 por cento dos eleitores açorianos não foram às urnas.

    Valores que contrastam com os das primeiras eleições para escolher os deputados regionais, que apresentaram valores de abstenção substancialmente mais reduzidos.

    Em 1976, ano que deu a primeira vitória ao PSD de Mota Amaral, 32,4 por cento dos eleitores não foram às urnas, uma taxa que baixou para os 22,98 por cento nas eleições seguintes, realizadas em 1980.

    Desde então, a abstenção tem vindo a oscilar à volta dos 40 por cento nos actos eleitorais para a Assembleia Regional, caso de 1984 (37,65 por cento), 1988 (41,15 por cento), 1992 (37,85 por cento) e 1996 (40,83 por cento).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.