Abandono escolar ainda persiste entre lusodescendentes no Canadá

Abandono escolar ainda persiste entre lusodescendentes no Canadá

 

Lusa/AO online   Regional   4 de Nov de 2013, 15:49

O professor da Universidade da Colúmbia Britânica José Carlos Teixeira alertou esta segunda-feira para o abandono escolar nos grandes centros urbanos entre os lusodescendentes no Canadá, apesar da melhoria a nível de formação na segunda e terceira gerações.

“O abandono escolar ainda persiste, mais nos grandes centros urbanos, sendo Toronto uma dessas áreas”, disse o investigador, alertando também para o facto de os lusodescendentes ainda apostam pouco na pós-graduação.

“Um mestrado ou doutoramento é fundamental nos dias de hoje, é uma lacuna que ainda existe, uma grande maioria fica-se pela graduação de bacharelato”, acrescentou o especialista em geografia urbana e social.

José Carlos Teixeira referiu, no entanto, que “os jovens estão-se a integrar bem, melhor do que os seus pais, têm acesso às universidades, estão a completar o ensino secundário, o que lhes permite em termos profissionais ter melhores empregos”.

José Carlos Teixeira esteve no domingo na Casa dos Açores do Ontário, em Toronto, onde deu uma palestra subordinada ao tema “Seis décadas da presença açoriana no Canadá”, no arranque da Semana Cultural Açoriana, que decorre até 08 de novembro, que este ano homenageia os pioneiros da emigração.

Oficialmente, há 375 mil portugueses ou luso-canadianos no Canadá, mas calcula-se que existam cerca de 500 mil a 600 mil, estando a grande maioria localizada na província do Ontário. Estima-se que 60 a 70% sejam de origem açoriana.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.