Açoriano Oriental
A310 da SATA desmantelado

O Airbus A310 da SATA, que estava estacionado na placa Terminal Civil Aeronáutico de Beja (TCB), já foi desmantelado.


Autor: AO online

A operação desmantelamento esteve a cargo da Unidade de Beja da AmbiGroup Resíduos e foi dada como concluída três dias.

De acordo com o JN, o desmantelamento da aeronave começou com a retirada dos fluidos hidráulicos e o combustível que aeronave tinha nos depósitos. Depois foi a desmontagem das partes móveis e interiores, como "flaps", "ailerons", assentos, bagageiras, tapeçaria, vidros e "cockpit".

O jornal descreve ainda que a cauda da aeronave, onde se encontrava o símbolo da companhia aérea açoriana, foi a primeira deixar a fuselagem. Depois as potentes "maxilas" da máquina de corte começaram a rasgar as entranhas do aparelho e os bocados começaram a ser transportados para o Parque Ambiental da AMALGA, a cerca de 10 quilómetros de Beja, para serem picados e reciclados.

"A operação correu dentro do esperado, tendo existido cuidados redobrados uma vez que a aeronave estava junto às instalações Terminal, e foi importante minimizar todos os possíveis danos no pavimento", disse ao JN fonte da AmbiGroup.

Esta aeronave foi aeronave foi adquirida à SATA por uma empresa que lhe retirou os dois reatores e “abandonou” a carcaça na placa do TCB.

Em abril de 2019, o A310 chegou a ser mudado para as placas da BA11, mas, voltou ao Terminal, onde ainda se encontrava quando foi desmantelado.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.