OE2012

Zeinal Bava não comenta cortes nos subsídios


 

Lusa/AO online   Economia   20 de Out de 2011, 12:53

O presidente executivo da PT escusou-se a comentar se a operadora vai suspender os subsídios de férias e Natal aos trabalhadores, tal como previsto para a função pública, mas sublinhou que a empresa "não muda as suas políticas".
"A PT não muda as suas políticas", salientou Zeinal Bava, escusando-se a comentários sobre o assunto, à margem da exposição Smartway, onde apresentou diversas soluções e tecnologias que permitem às empresas actuarem com "maior eficiência e redução de custos significativa".

O presidente da PT disse apenas que o "sucesso da PT deve-se ao empenho dos seus colaboradores".

"Desistir não é opção, vamos sair mais fortalecidos desta situação", afirmou Zeinal Bava, referindo-se à actual conjuntura do país.

Sobre se os reformados da PT, integrados na segurança social a 30 de Dezembro do ano passado, vão ou não sofrer o corte dos subsídios de férias e de Natal previstos no Orçamento do Estado para os funcionários públicos em 2012, Zeinal Bava nada disse.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.