Indústria

Volkswagen confirma objectivos de crescimento


 

Lusa/AOonline   Economia   30 de Out de 2008, 11:20

O construtor automóvel alemão Volkswagen garantiu que vai manter as previsões de aumento do volume de negócios e do lucro, face ao ano passado.
Num curto comunicado à bolsa de valores de Franquefurt, , a Volkswagen diz que resiste melhor do que muito dos seus concorrentes à quebra dos mercados e confirmou hoje as suas previsões para o conjunto do ano, depois de ter confirmado recentemente o objectivo de progressões das vendas.

    "A Volkswagen tem-se saído bem até agora num contexto difícil", disse o presidente do grupo Volkswagen, Martin Winterkorn, citado em comunicado do construtor automóvel.

    "Confirmamos os nossos prognósticos para 2008, mesmo se as condições na economia mundial e na indústria automóvel se degradaram de forma drástica nos últimos meses", disse também Hans Dieter Pötsch, director financeiro de Volkswagen.

    Nos nove primeiros meses do ano, a Volkswagen viu o lucro aumentar 28,5 por cento num ano para 3,7 mil milhões de euros, para um volume de negócios de 85,4 mil milhões, que demonstra um aumento de 5,5 por cento.

    Pela primeira vez, o construtor sueco Scania, que a Volkswagen comprou no início do ano, foi integrado nas contas do gigante alemão do automóvel.

    A Volkswagen beneficiou de vendas em forte progressão, com uma subida de 3,9 por cento anuais desde o mês de Janeiro.

    O construtor beneficiou da forte presença em vários mercados emergentes como a China, o Brasil ou a Europa de Leste, que permitiu compensar a baixa das vendas na Europa e na América do Norte.

    Mas mesmo nos mercados emergentes, segundo o comunicado da Volkswagen, "o ritmo de crescimento abrandou recentemente de forma nítida".

    A semana passada, Martin Winterkorn tinha repetido que 2009 será particularmente "difícil".

    A Porsche detém 42,6 por cento da Volkswagen e anunciou já ter opções para adquirir outros 31,5 por cento

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.