Vendas de "Halo" atingem recorde de 212 milhões de euros


 

Lusa/AO online   Economia   4 de Out de 2007, 18:09

O videojogo "Halo 3" gerou 300 milhões de dólares (212 milhões de euros) de receitas na primeiro semana a nível mundial, tornando-se no título com maior volume de vendas em tão pouco tempo, anunciou esta quinta-feira a Microsoft.
      Em Portugal, a procura do jogo para a consola tem sido “acima das expectativas”, disse Sofia Tenreiro, directora da Home and Entretainment Division da Microsoft Portugal.

    "Cerca de 20 por cento dos jogadores que têm Xbox 360 acorreram às lojas nos primeiros dias, com algumas delas quase a esgotar o produto. A Edição Legendária está neste momento esgotada", continuou a mesma responsável.

    Através do Xbox Live, a rede social da consola que tem registados sete milhões de utilizadores, estiveram 2,7 milhões on-line a jogar "Halo 3" durante a primeira semana, o que se traduz em 3,6 milhões de horas ou 900 anos de jogo continuado.

    Além de bater recordes de vendas a nível de produtos de entretenimento, quebrando recordes estabelecidos pelo filme "Homem Aranha 3" e o último livro de J.K. Rowling, "Harry Potter and the Deathly Hallows", "Halo 3" tornou-se no jogo, nos Estados Unidos, com o maior volume de encomendas, de 1,7 milhões de cópias, superando o antecessor "Halo 2".

    "Halo 3" é a conclusão da trilogia épica e continua a história do "Halo 2", respondendo a questões sobre o destino do protagonista Master Chief e também da sua inteligência artificial e companheira, Cortana, que lutam para salvar a humanidade da destruição pela coligação alienígena Covenant.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.