Três franceses detidos por clonagem de cartões de crédito


 

Lusa / AO online   Nacional   12 de Nov de 2007, 16:59

A Polícia Judiciária (PJ) do Porto anunciou o desmantelamento de três franceses que se dedicavam à clonagem de cartões de créditos emitidos naquele país.
"O grupo organizado, agora desmantelado, dedicava-se à captação, cópia e gravação de dados magnéticos de cartões de crédito franceses, que posteriormente utilizava noutros países", refere um comunicado policial.

Os três franceses, que vão ficar a aguardar julgamento em prisão preventiva, foram detidos sexta-feira na posse de 20 cartões de crédito contrafeitos, usados para compras no valor aproximado de 10.500 euros.

Em operações realizadas em Vila Nova de Gaia e na Póvoa de Varzim, a PJ apreendeu-lhes os cartões contrafeitos, bem como bens com eles adquiridos, nomeadamente um automóvel, um GSP, um LCD, consolas de última gerações e telemóveis.

Fonte da Unicre, a principal emissora de cartões de crédito em Portugal, disse, entretanto, que a clonagem de cartões de crédito nacionais, que já era baixa, "tem tendência a cair ainda mais", devido à migração da tecnologia de banda magnética para a de chip.

Em Portugal, a fraude com cartões de crédito, em terminais de lojas, é dez vezes inferior à média europeia, salientou a Unicre.

A fraude com cartões de crédito mantém alguma expressão em Portugal apenas nas operações de "cash advance" (levantamento antecipado), geralmente feitas em caixas da rede Multibanco.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.