Economia

Transporte com novos autocarros arranca em Novembro em Santa Maria

Transporte com novos autocarros arranca em Novembro em Santa Maria

 

Lusa/AO online   Regional   29 de Out de 2011, 14:36

O consórcio Transportes Santa Maria, formado por três empresas dos Açores, inicia a 11 de novembro um novo serviço de transporte coletivo de passageiros nesta ilha do arquipélago, que inclui novos horários e novos itinerários.

"Estamos numa fase de grande reforma dos transportes coletivos de passageiros nos Açores, agora chegou a vez de Santa Maria", afirmou José Contente, secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos. José Contente falava em Vila do Porto, na cerimónia de apresentação dos sete novos autocarros, com lotação para 28, 43 e 55 passageiros, que vão ser usados pelo consórcio formado pelas empresas de transportes Micaelense, CRP e Varela. O consórcio venceu o concurso lançado pelo governo regional para o serviço de transporte coletivo de passageiros em Santa Maria, que foi muito contestado pela União de Transportes dos Carvalhos (UTC) e teve que ser decidido em tribunal. Na intervenção que fez na apresentação dos novos autocarros, José Contente recordou que o consórcio privado vai substituir na prestação deste serviço uma empresa que era maioritariamente detida por capitais regionais, frisando que é esta a opção estratégica do executivo. "O governo pretende transferir para as empresas o que compete às empresas, dando à iniciativa privada a possibilidade de fazer o que sabe fazer bem", afirmou. O novo serviço de transporte coletivo de passageiros em Santa Maria inclui oito itinerários, que, além de servirem a população da ilha, vão também satisfazer as necessidades dos turistas, já que incluem passagens por hotéis, zonas balneares e pela gare marítima. José Contente salientou ainda a "preocupação social" manifestada pelo consórcio que vai assegurar este serviço ao absorver os trabalhadores da anterior empresa que fazia o transporte coletivo de passageiros na ilha, destacando também o facto de os novos autocarros "contribuírem para um melhor ambiente nos Açores". "Cada um destes autocarros emite sete vezes menos gases poluentes para a atmosfera do que os anteriores", afirmou, acrescentando que também apresentam uma "poupança significativa de combustível". O contrato de concessão do transporte coletivo de passageiros em Santa Maria tem uma duração de seis anos, renovável, com um custo anual de cerca de 200 mil euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.