Açoriano Oriental
36º Aniversário da AHBVPV
Tibério Dinis destaca “excelente trabalho” desenvolvido no “ano mais difícil de sempre”

O presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, destacou, no domingo, “o excelente trabalho desenvolvido pela Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória ao longo deste ano, especialmente difícil”, manifestando “grande orgulho” nos bombeiros da Praia da Vitória.

Tibério Dinis destaca “excelente trabalho” desenvolvido no “ano mais difícil de sempre”

Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Na cerimónia comemorativa do 36.º aniversário da Associação dos Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória, o autarca registou o empenho de todos os operacionais e não esqueceu as suas famílias, que, frisou, “particularmente no período em que foi decretado o Estado de Emergência, foram um pilar fundamental para que cada um dos bombeiros desta Associação pudesse desenvolver a sua atividade em prol de todos os praienses”, disse citado em nota.

Numa cerimónia onde marcaram presença várias entidades civis e militares, o autarca da Praia da Vitória saudou ainda os bombeiros que receberam o seu machado, por terem concluído com aproveitamento o Curso de Formação Inicial de Bombeiros.

Na ocasião e, por terem concluído com aproveitamento o Curso de Formação Inicial de Bombeiros, receberam os seus machados os bombeiros Filipa Quadros, Luana Martins, Ângelo Ventura, João Leal, César Vieira, Tatiana Sousa, Samuel Meneses, Danilo Meneses e Márcio Soares.

Entretanto, foram promovidos à categoria de “Bombeiro de 3.ª” os bombeiros Marília Martins, Felisberto Silveira, Bárbara Augusto, Beatriz Álamo e Filipe Ponte.

Pela “abnegação, trabalho, dedicação, contribuição e espírito de corpo de bombeiros”, foram distinguidos com “Louvores Públicos e Escritos” os Subchefes Ricardo Silva, Marco Cândido, José Melo e Leonel Raimundo; os Bombeiros de 1.ª Paulo Borba, José Barcelos, Ruben Linhares, Ramiro Santos e Vítor Drumond; os Bombeiros de 2.ª Carlos Pacheco, Maria Costa, Sérgio Santos, Pedro Mendonça, Luís Pinto, Andreia Gil e Mário Maiato; os Bombeiros de 3.ª Mara Arruda e César Gaspar; e a Bombeira Especialista Lisa Bettencourt.

Por outro lado, a direção e o Comando decidiram manifestar publicamente reconhecimento aos bombeiros que, “pelas horas de treino, pelo elevado grau de responsabilidade, empenho, profissionalismo, competência e resultados alcançados nas Competições de Trauma a nível regional, nacional e internacional”, sendo louvados o Adjunto de Comando Fernando Leite e os bombeiros Bruno Espínola e Carlos Pacheco.

Refira-se que que pelo facto de terem sido vice-campeões nacionais de Trauma, a equipa dos Bombeiros da Praia assegurou presença no Campeonato Mundial (única equipa portuguesa a conseguir garantir presença em cinco competições mundiais consecutivas) que, dada a situação de pandemia, foi adiado para novembro de 2021, em Miami, nos Estados Unidos da América.

Em 2020, a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória foi novamente responsável pela coordenação dos nadadores salvadores nas zonas balneares do concelho, pelo que receberam das mãos do presidente da Câmara Municipal e da vereadora Raquel Borges, louvores o 2.º Comandante Hugo Santos e o Coordenador Pedro Teófilo.

Pelos 20 anos de bons e efetivos serviços prestados à Corporação, o 2.º Comandante Hugo Santos e os Bombeiros de 1.ª Francisco Vieira e Vítor Drumond, foram distinguidos com a Medalha de Assiduidade Grau Ouro – 20 anos, enquanto os bombeiros de 1.ª Paulo Borba e Rogério Martins receberam a Medalha de Assiduidade Grau Ouro – 25 anos.

Já a Medalha de Serviços Distintos da Liga dos Bombeiros Portugueses – Grau Prata (destinada a distinguir indivíduos e entidades, Associações e Corpos de Bombeiro pela prática de serviços que contribuam para a notável evidência, engrandecimento e prestígio das instituições) foram galardoados a empresa FAV – Comércio Agrícola, Lda., e a gerente de uma agência imobiliária, Graça Elói Rocha.

Por outro lado, o Crachá de Ouro da Liga dos Bombeiros Portugueses (que distingue a prática de atos e/ou serviços relevantes de inquestionável contributo para a dignificação da causa dos Bombeiros) foi entregue a Luís Alberto Ferraz Pinheiro, “pelo trabalho desenvolvido ao longo de mais de 32 anos em prol dos bombeiros dos Açores”.

Já o Troféu “Bombeiro do Ano” (que, anualmente, distingue o bombeiro que mais se evidenciou pelo trabalho desenvolvido) foi, este ano, entregue à própria Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória, dadas as circunstâncias excecionais que se vive e o trabalho por todos desenvolvido.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.