Política

Sócrates manifesta-se a favor das Autonomias


 

Lusa/AO online   Regional   7 de Out de 2007, 16:49

O primeiro-ministro, José Sócrates, defendeu hoje em Montemor-o-Velho a valorização das autonomias regionais, frisando que ao fazê-lo se aposta na unidade de Portugal.
"Apostamos mais em Portugal dando mais autonomia aos Açores e à Madeira. A aposta na autonomia regional é uma aposta na unidade nacional" disse José Sócrates aos jornalistas, à margem da cerimónia de lançamento de uma plataforma tecnológica de produção de energia. 
O primeiro-ministro disse concordar com as declarações do presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, que solicitou ao Presidente da República que influencie a classe política nacional para apoiar a autonomia regional do arquipélago. 
"Pedi ao senhor Presidente da República que exercesse uma influência activa junto dos políticos nacionais e da opinião pública e publicada no sentido de mobilizar a sociedade política portuguesa para o apoio às autonomias regionais", afirmou Carlos César, em Angra do Heroísmo, depois de uma audiência com Cavaco Silva, que sábado iniciou uma visita oficial de cinco dias aos Açores.
Essa consciencialização nacional "é importante", alegou o chefe do executivo açoriano, para quem Portugal necessita de recuperar de um "défice cultural e político em matéria autonómica que ainda caracteriza a classe política nacional".
Segundo Carlos César, os Açores dão dimensão geopolítica e estratégica a Portugal, que seria "incomensuravelmente muito mais pequeno se não tivesse regiões como essa".
Confrontado com as declarações de Carlos César, José Sócrates frisou que o presidente do Governo Regional dos Açores se referia "a uma questão de cultura na assumpção do regionalismo como um valor fundamental". 
"Não posso estar mais de acordo com ele. Acho que isso é um património cultural do nosso país. Eu sou um dos principais defensores dessa visão, ele tem razão, é preciso sempre melhorar essa cultura", enfatizou. 
Sócrates acrescentou que as regiões autónomas "têm mostrado que administram bem os seus recursos". 
"É um património político que não me canso de sublinhar", afirmou o primeiro-ministro. 
Disse ainda não ver as declarações de Carlos César como uma crítica ou reparo à actuação do Governo. 
"Se estivesse na posição do presidente do Governo Regional também sublinharia sempre que pudesse a importância que tem a autonomia para o conjunto nacional. (…) Digo-o convencido, não por razão de ocasião, todos os que acompanharam a minha vida politica sabem que eu sou um defensor da autonomia", argumentou. 
José Sócrates considerou, igualmente, que nos Açores a autonomia "tem sido benéfica para as populações porque tem sido exercida com total responsabilidade". 
"Tem conduzido a uma melhoria da economia como há muito tempo não se via nos Açores. Por isso o presidente do Governo Regional está de parabéns", concluiu.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.